Thiago de Mello, um jeito novo de caminhar (pra sempre)

Thiago de Mello, poeta publicado pela Global Editora, em novembro de 2010 fez em Manaus uma conferência pela organização internacional TED – Tecnologia, Entretenimento, Design. O vídeo tem pouco mais de dez minutos e mostra Thiago de Mello recitando (de cabeça, impressionantemente, como costuma fazer) alguns de seus versos mais conhecidos, que atravessam décadas de novos poemas e poetas e ficam, encantando e influenciando as novas gerações.

“Não tenho caminho novo/ o que tenho de novo é o jeito de caminhar./ Mas com a dor dos deserdados/ e o sonho escuro da criança que dorme com fome/ aprendi que o mundo não é só meu./ Mas sobretudo aprendi/ que na verdade o que importa/ antes que a vida apodreça/ é trabalhar na mudança do que é preciso mudar/ cada um na sua vez/ cada qual no seu lugar”

Amazonense, poderia dizer que nele bate um coração amazônico – em si, uma unidade de grandeza incontestável. Mas Thiago de Mello comumente diz que nele bate um coração latino-americano. E foi em espanhol que ele recitou um de seus poemas mais importantes: “O estatuto do homem”, na tradução de Pablo Neruda, seu amigo, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1971.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked. *