Cora Coralina – poeta de peso, não pitoresco

Cora Coralina é uma poeta que escreveu muito e de forma acessível, alcançando o que é mais difícil de se alcançar na arte: a expressão do simples sem ser comum. Os versos de Cora têm forte significação e trabalho formal, por isso têm peso literário. Foi doceira, criou os filhos e escreveu, tudo com competência e observação fina sobre o cotidiano e a sociedade. Na entrevista, o escritor André de Leones, goiano como Cora, analisa a força da obra dela, rejeitando uma certa visão simplista sobre a poeta, de uma velhinha que fazia doces e “uns poemas”.

Neste vídeo, André de Leones recita o poema “Vintém de cobre (freudiana)”, que está no livro Poemas dos becos de Goiás (Global Editora).

André de Leones é escritor, publicou romances e livros de contos, além de ter participado de antologias. Nasceu em Goiás e vive em São Paulo.

***

Compre aqui:

Livraria Cultura: https://goo.gl/3dCkQA
Livraria da Travessa: https://goo.gl/mZYe7L
Amazon: https://goo.gl/7391an
Martins Fontes: https://goo.gl/BxKtL3
Cia dos Livros: https://goo.gl/3oYvMm

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked. *