Marina Colasanti, 80 anos

Não é questão de antecipar o aniversário, em setembro, mas de iniciar as comemorações. Há muito o que celebrar. Na verdade, a gente celebra cada texto, em contos de fada, crônicas, minicontos, poemas. Um dia, bem jovem, Marina se propôs: não quero apenas escrever bem, quero que me digam que penso bem. Essa extensa obra da mulher que pensa bem, faz pensar muito e encanta demais está em boa parte publicada pela Global Editora. Nesta entrevista gravada na cobertura do casal Marina Colasanti e Affonso Romano de Sant’Anna, em Ipanema, no Rio de Janeiro, ela reflete sobre a vida e a morte, faz um balanço do companheirismo de Affonso e o quanto um influenciou a obra do outro, além de imaginar o quanto a jovem Marina, cronista do Jornal do Brasil, sentiria orgulho da grande escritora que se tornou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *