As cadernetas de Loyola

Antes de um texto, há um olhar. Entre o olhar e o texto, anotações. Na vida do escritor, as anotações são como pão e água. Ignácio de Loyola Brandão conta nesse vídeo como descobriu a importância de ter sempre à mão uma caderneta para não perder uma observação, um momento, um olhar que pode depois virar texto – no caso dele, crônicas e romances que são parte significativa da literatura brasileira.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked. *